Category Archive Curiosidades sobre mercado de Trabalho

O que é jurisprudência e qual sua importância no seu trabalho? (Foto: Depositphotos_208873350_s-2019)

O que é jurisprudência e qual sua importância no seu trabalho?

A jurisprudência pode ser vista como o conjunto de decisões que vão refletir a interpretação de um mesmo tribunal e concebem assim, um entendimento que pode continuar a ser utilizado. Assim, ela é um elemento muito importante para poder fundamentar uma sentença, onde devem estar em consonância.

O Direito do trabalho se usam de um direito que é baseado nas normas, assim como em pareceres, já que os dois tem basicamente a mesma importância. Esses dois tipos de doutrinas de fontes indicam uma grande dificuldade em conseguir propor ou mudar alguma legislação trabalhista.

O que é a jurisprudência?

Para poder entender o que é, é importante entender que ela deriva do conceito de precedente, que é qualquer julgamento que possa ser usado como fundamento para outro julgamento que seja proferido depois. Então, a jurisprudência é o conjunto desses precedentes da mesma matéria, utilizado em um ou mais tribunais.

Ao longo dos anos, foram feitas diversas mudanças legislativas para poder dar uma força maior a jurisprudência, especialmente no Código de Processo Civil de 2015.

Essas alterações demonstram um objetivo de conseguir aproximar o sistema jurídico nacional em um modelo que fortalece os precedentes, assim, saindo do civil law para um common law.

Tipos de jurisprudência

Agora que já se sabe o que é uma jurisprudência, é bem importante entender os tipos que existem. Assim, elas podem ser dos tribunais de segundo grau ou as de tribunais superiores, por isso, vamos entender quais as diferenças entre elas.

Os tribunais de segundo grau contam com uma importância bem grande. Dão maior eficiência aos processos, o que promove coerência, confiança, estabilidade, economia processual, entre outros objetivos. Boa parte dos casos judiciais em too o mundo, tem as suas decisões realizadas definitivamente pela 2ª instancia dos tribunais.

Já em relação aos tribunais tributários tem como principal objetivo trazer a segurança jurídica, por isso, a importância de ter uma jurisprudência uniformizada. Com a cultura da judicialização no Brasil, são muitos processos novos sendo julgados pelos tribunais superiores.

Assim, quanto mais processos são julgados todos os anos, maior os prejuízos em conseguir promover a segurança jurídica pelos tribunais superiores, conseguindo pacificar o entendimento.

Quanto mais trabalho um julgador vai ter, menor vai ser a atenção ele para os processos e assim, pode acabar decidindo de maneira equivocada.

Como pesquisar jurisprudência?

Oura questão bem comum é em saber como pesquisar a jurisprudência, pois os profissionais querem saber como fazer isso e melhorar a sua linha de decisão, tendo mais facilidade em conseguir definir algo.

Por isso, é necessário ter uma petição inicial muito bem escrita, e instruída, comprovando o direito que a pessoa tem em acompanhar a jurisprudência.

Assim, é importante tomar algumas atitudes para poder procurar a jurisprudência e assim, conseguir entender como elas podem melhorar o seu ambiente de trabalho, mas sempre acompanhado de um profissional advogado. A jurisprudência ainda é um processo delicado no sistema judicial brasileiro, mas que deve continuar estável e coerente.

Tipos de trabalho que dão direito a insalubridade (Foto: Depositphotos_199284814_s-2019)

Tipos de trabalho que dão direito a insalubridade

A insalubridade é definida como a exposição que um trabalhador a um agente que pode colocar a sua saúde em risco, o que pode ser por falta de higiene ou por não ser algo saudável.

Conforme a Norma Regulamentadora de número 15, os trabalhadores recém um valor adicional, como seu direito, quando realizam uma atividade que seja em um ambiente insalubre.

Para poder calcular os valores da taxa de insalubridade, é necessário levar em consideração o grau de insalubridade que o trabalhador se expõe, como é o caso de quem trabalha com Limpa fossa Ananindeua.

Dessa maneira, há um adicional que é pago variando entre 40% a mais para o caso de grau máximo e de 20% para graus médios e 10% para o grau mínimo.

Agentes e condições insalubres

O benefício vai ser oferecido de acordo com determinação do Ministério do Trabalho e Emprego, além de ter a NR 15 como regulamentadora, sendo responsável por dizer o que é considerado um agente insalubre ou condições de insalubridade.

As principais que podem ser mencionadas são agentes químicos e biológicos, vibrações, umidade, ruído continuo ou intermitente, radiações ionizantes ou ionizantes, exposição ao calor excessivo ou frio intenso, condições hiperbáricas.

É importante mencionar que esses riscos são avaliados de acordo com uma análise específica feita pelo Ministério do Trabalho e Emprego, além de um médico especializado em segurança do trabalho.

Quando se detecta que a atividade realmente expõe o trabalho a algum tipo de risco, o empregador tem que pagar adicional de acordo com o nível acordado.

Profissões

As mais comuns são os eletricistas, bombeiros, mineradores, enfermeiros, mergulhadores, técnicos em radiologia, soldado, químico, profissionais da metalurgia, profissionais da construção civil, entre outros.

Para poder reduzir a insalubridade em um ambiente, é necessário que sejam usados os Equipamentos de Proteção Individual que é indicado para cada função individual.

Além disso, é muito importante que sejam tomadas medidas para que o local seja mantido dentro dos limites de tolerância e também livre de riscos.

Quem trabalha em contato com esgoto também está dentro de uma atividade de alto risco, por isso, há a condição de pagamento de 40% de insalubridade, como o valor máximo dependendo do local.

Existem locais que podem ser avaliados através de um laudo técnico indicando que a insalubridade pode ser maior ou menor.

Dependendo do local, podem ser atestados que a atividade é nociva, com uma facilidade bem grande de disseminar agentes biológicos, além de geradores de doenças, que mesmo com o uso de luvas ou tendo um contato breve, os riscos são bem grandes.

Tendo em vista as atividades que são desempenhadas em diversos locais, como os esgotos urbanos, é necessário atestar que há uma exposição aos agentes insalubres, classificando a atividade nos 3 graus existentes para realizar o pagamento.

Assim, os locais ainda podem passar por uma nova perícia que pode atestar se o local está ainda como algo muito grave ou menos grave, assim com o contrário também pode acontecer.

Apostas em Loterias aumentam quando o desemprego cresce no Brasil (Foto: internet)

Apostas em Loterias aumentam quando o desemprego cresce no Brasil


Em um momento em que há uma crise financeira, há a esperança de conseguir receber milhares ou milhões de reais por conseguir acertar alguns números na loteria. Com as apostas podendo ser feitas de maneira cada vez mais fácil, o número de pessoas que procuram apostar nas loterias é ainda maior.

Diferente de outras áreas, as loterias são locais que conseguem permanecer sem sofrer tanto ao passar por uma instabilidade econômica grande como tem acontecido nos últimos anos. Uma prova disso é que os valores arrecadados permanecem crescendo, ano após ano, de acordo com os dados da Caixa.

Cresce o número de apostas no Brasil

Quem vai apostar, quer ter uma garantia de que vai conseguir ter um bom número de acertos com as apostas. Por isso, uma dica que tem ajudado bastante gente é com os simuladores de aposta, como o Simulador Lotofácil, um dos principais concursos lotéricos e que inclusive, consegue ser um dos mais simples de ganhar.

Conforme as informações divulgadas pela Caixa, os apostadores investem milhões de reais todos os anos para comprar bilhetes, tendo um crescimento a cada ano. Isso acontece porque a margem de lucro desse tipo de nicho não sofre muito, mas é um espelho também para observar a questão do desemprego, com pessoas sem poder de compra e com um índice de endividamento maior.

A taxa de desemprego tem sido um número que tem chamado a atenção por não conseguir diminuir, com uma quantidade bem grande de brasileiros sem receber uma fonte de renda formal. O índice consegue permanecer o mesmo, sem sofrer grandes alterações que devem ser resultados de uma economia que consegue se recuperar lentamente.

Uma parte boa que o número de apostadores sendo alto consegue trazer é que há também um crescimento nos recursos para as iniciativas governamentais, nos segmentos de cultura, educação e esportes. Uma porcentagem dos valores que são pagos para apostar é investida diretamente em ações governamentais no Brasil.

São diversos segmentos que podem ser beneficiados com as apostas, recebendo valores como o Programa de Financiamento Estudantil, Fundo de Cultura Nacional, Comitê Olímpico e Paraolímpico Brasileiro, entre outros. O que consegue ser benéfico para a sociedade de maneira geral.

Desemprego x Apostas

Conforme as publicações recentes, existem novas agências lotéricas abrindo cada vez mais durante o ano. Normalmente, quando a economia consegue crescer, as pessoas fazem fila para conseguir jogar, visto que possuem dinheiro para isso. Quando tudo está mal, a tendência continua crescendo para as apostas, com as pessoas apostando na sorte para conseguir conquistar mais dinheiro.

O desemprego funciona como uma alavanca para aumentar as apostas em jogos lotéricos no Brasil todo. O jogo funciona como uma válvula de espace para a realidade que pode ser bastante cruel. Como é uma opção que é bem econômica, as pessoas entendem que é um risco que acaba valendo a pena.

Não é somente o valor acessível que motiva as pessoas a realizar as apostas, como precisam realizar diversos serviços nas lotéricas, que funcionam oferecendo serviços bancários também, acabam aproveitando a ida para apostar.

Quanto ganha um otorrinolaringologista? (Foto: internet)

Quanto ganha um otorrinolaringologista?

Todo mundo já teve algum tipo de problema no ouvido, nariz ou garganta e caso nunca tenha sentido algo, conhece alguém que já teve alguma complicação. As crianças normalmente apresentam mais problemas com isso, sendo bem comum de os bebês terem dores de ouvido, por conta da posição em que se alimentam.

O profissional otorrinolaringologista vai ser o responsável por cuidar dos problemas que envolvem garganta, nariz e ouvido. Ele é um especialista que consegue tratar essas três áreas que estão ligadas entre si. Assim, é um profissional que tem um mercado de trabalho bastante expansivo.

Com o que trabalha o otorrinolaringologista?

O médico otorrinolaringologista é um dos profissionais que vai trabalhar com duas áreas de enfoque, sendo a área cirúrgica ou a parte clínica. Em ambas, vai buscar tratar os problemas com o nariz, garganta, ouvidos laringe, cabeça, pescoço, faringe e seios paranasais. É ele que vai avaliar a respiração, voz, saúde da audição, cordas vocais.

Em diferentes regiões do país, como o otorrinolaringologista Manaus, podem trabalhar com diferentes tipos de salários. Assim, como dependendo do tipo de trabalho que o profissional vai exercer. Como pode trabalhar em clínicas particulares, pronto socorro ou trabalhando focando apenas em cirurgia, os valores são bem diferentes entre si.

Para se tornar um otorrino, é preciso começar cursando medicina, com uma faculdade que tem a duração de 6 anos. Depois disso, ele precisa realizar uma residência na área desejada, que tem a duração de mais 3 anos. Nos primeiros dois anos de residência, o aluno vai ter uma visão bem mais ampla, verificando diferentes ramos de atuação.

Os que se interessam em se especializar e buscam aprofundar os conhecimentos dentro da área de otorrino, precisam cursar mais um ano de especialização para conseguir ter o aprimoramento na área de cirurgias. Há também a possibilidade de realizar uma pós-graduação na área.

Quanto ganha um otorrinolaringologista?

Para uma jornada de trabalho que o profissional otorrinolaringologista vai trabalhar, baseando em um exemplo de 22 horas semanais, no Brasil, o seu salário médio é de R$ 5509,12. Para o especialista, o salário médio pode variar entre R$ 3911,48, sendo esse o valor do piso, chegando em R$ 4585,00.

O teto salarial desse tipo de profissional gira em torno de R$ 8325,55. Essa é uma média que corresponde apenas para aqueles que apresentam carteira assinada, trabalhando com o regime de CLT. O otorrino consegue receber um valor muito bom quando tem o seu próprio consultório ou realizando atendimentos em uma clínica particular.

A cidade que apresenta o maior número de contratações e de vagas disponíveis na área é em São Paulo. Porém, é uma área que tem tido uma baixa demanda no mercado de trabalho nos últimos meses. Por isso, muitos profissionais acabam entrando na área particular, abrindo os seus próprios consultórios.

Para os que se interessam por concurso, também tem uma média de R$ 4413,33 para uma jornada de trabalho de 20 horas semanais, porém não é um caminho muito buscado visto que a remuneração não é das melhores.

Urologista: o que faz e como se tornar um? (Foto: internet)

Urologista: o que faz e como se tornar um?

Certamente diversas pessoas fazem busca por urologista em Manaus, no entanto, a maioria deseja saber exatamente como se tornar um urologista, sendo que frequentemente as pessoas estão em dúvida sobre essa profissão e sobre como se tornar esse tipo de profissional.

Desta maneira, aqui falaremos um pouco mais sobre essa profissão e como se tornar esse tipo de profissional, sendo que é preciso saber qual faculdade deve ser feita e qual pós-graduação é necessária para alcançar tal nível.

O que faz um urologista?

Urologista: o que faz e como se tornar um? (Foto: internet)
Urologista: o que faz e como se tornar um? (Foto: internet)

Certamente é preciso destacar que o urologista é o profissional que trabalha com doenças do próprio aparelho genital masculino, sendo que entre os problemas que são tratados pelo urologista estão os seguintes: testículos, próstatas, testículos, uretra, entre outros.

Logo por ser uma especialidade focada em lidar com distúrbios do órgão genital masculino e até mesmo através de problemas renais, a urologia certamente acaba sendo ligada a proctologia, ginecologia, oncologia, entre outras.

Saiba o que é preciso para ser urologista

Primeiramente a pessoa precisará fazer em torno de 6 anos de medicina para por fim obter o registro completo no CRM (Conselho Regional de Medicina), sendo que logo depois disso é preciso fazer uma residência médica em urologia ou ainda uma residência médica em cirurgia geral.

Certamente é muito importante destacar que ao fazer a residência a pessoa não está fazendo uma especialização, sendo que atualmente a residência em urologia acaba durando em torno de 3 anos e acaba mesclando teoria com atividades práticas ao final do curso, sendo assim, logo na conclusão desse curso esse aluno recebe o título de especialista.

Lembrando ainda que para ingressar na residência médica, esse aluno deve fazer uma prova e uma entrevista ainda, sendo que o residente acaba recebendo uma espécie de bolsa auxilio com o valor de quase R$ 3.500,00, lembrando que a especialização possui apenas aulas teóricas sendo paga.

Sobre o valor da especialização em urologia, a mesma pode começar no valor de R$ 35 mil sendo que vai aumentando ainda conforme a localidade, qualidade do local e até mesmo de acordo com a tradição do local de ensino.

Saiba o que deve ser estudado no curso

Certamente é preciso entender que a Sociedade Brasileira de Urologia acabou por criar um Programa Mínimo de Residência Médica em Urologia, sendo que tal programa precisa abordar alguns assuntos bem específicos, entre os mesmos estão os seguintes:

  • Urologia feminina;
  • Urologia geral;
  • Andrologia;
  • Uropediatria;
  • Infecções que são sexualmente transmissíveis;
  • Transplante renal;

Saiba qual é o perfil do urologista

Logicamente o urologista precisa ter habilidades em comunicação, sendo que o mesmo precisa ter a habilidade de comunicação para explicar os tratamentos, problemas, entre outros. Além disso, atualmente o urologista pode trabalhar tanto em consultórios, quanto clínicas e por fim até mesmo em hospitais, sendo que atualmente o salário desse profissional pode chegar ou ultrapassar R$ 40 mil.

Tudo dependerá da experiência profissional do mesmo e da formação acadêmica, sendo que os profissionais ainda podem realizar concursos públicos, sendo que os mesmos são extremamente concorridos.

Habilidades Mínimas para trabalhar em uma lotérica (Foto: internet)

Habilidades Mínimas para trabalhar em uma lotérica

Antes de entender mais sobre a loteria dos sonhos, muitas pessoas desejam entender melhor quais são as habilidades para se trabalhar diretamente em uma lotérica, isso porque atualmente são necessárias vários tipos de habilidades para poder manter a eficiência no atendimento.

Muitos empresários e empreendedores desejam ainda contratar atendentes para sua lotérica e frequentemente não sabem quais são as habilidades que não podem faltar nesse perfil. Desta maneira, aqui iremos falar um pouco mais sobre o assunto, isso porque o atendente não deve apenas vender a loteria dos sonhos, mas deve saber como lidar com os problemas que possam surgir no decorrer do atendimento.

Veja quais são as habilidades para trabalhar em lotéricas

Habilidades Mínimas para trabalhar em uma lotérica (Foto: internet)
Habilidades Mínimas para trabalhar em uma lotérica (Foto: internet)

Não basta apenas saber como vender uma loteria dos sonhos, antes, porém, os atendentes devem compreender como fazer esses processos da melhor maneira possível. Sendo que todos possuem oportunidades de aprender e adquirir maiores habilidades para poder participar de processos seletivos.

Certamente a contratação de novos funcionários para trabalhar em uma casa lotérica realmente pode facilitar por completo o andamento deste estabelecimento, sendo que ao delegar as tarefas então esse empreendedor realmente poderá ter um pouco mais de tempo para pensar em outras estratégias de marketing para seu estabelecimento, sendo que isso poderá enfim aumentar por completo sua lucratividade.

Logo, a opção de contratar novos funcionários realmente pode ser preciso, sendo que os empreendedores devem saber quais são as habilidades que esse atendente deve ter para que no decorrer do processo esse funcionário seja eficaz e ajude essa lotérica a crescer.

Saiba quais são os passos para contratação de novos funcionários

Inicialmente o empreendedor deve saber exatamente de qual tipo de profissional precisa, visto que sabemos que todas as pessoas são diferentes entre si, sendo assim, o primeiro passo é fazer o perfil daquele profissional desejado.

Depois é importante saber qual é a vaga ofertada, sendo que a vaga deverá ser preenchida de acordo com o perfil já criado anteriormente, por exemplo, uma vaga para ajudar na parte de contabilidade da lotérica deve ser preenchida somente por pessoas que são formados nesta área ou que estejam próximos do final de sua graduação.

A pessoa deve ter facilidade de comunicação principalmente se for trabalhar diretamente com o público, lembrando ainda que aqueles que devem trabalhar com atendimento e venda de loterias devem ser ágeis e concisos no momento do atendimento.

Além do mais, sabemos que atualmente existem aqueles profissionais que são capazes de ter mais de uma habilidade, por exemplo, tem pessoas que possuem conhecimentos em marketing e conseguem trabalhar bem com atendimento ao público.

Lembrando ainda, que o histórico anterior do candidato deve ser avaliado, para que o processo seja realizado da maneira correta, além do mais, o empreendedor poderá saber exatamente quais são as habilidades que esta pessoa possui.

O ideal ainda é que o candidato seja determinado, sendo que mesmo que não tenha tanta experiência, porém, deseja aprender e consegue fazer isso rápido pode ser uma excelente opção.

Tags, ,

Conheça as carreiras mais vantajosas do Brasil

Você está naquela época de vestibular a indecisão sobre o que cursar está batendo na sua porta? Essa não é uma tarefa fácil, pois os pais fazem pressão, família pergunta o que vai fazer e você mais perdido que tudo. 

Sempre tem aquela sugestão de fazer concurso público, mas só de pensar nas questões de concurso público sua cabeça já quer explodir. 

Mas para te ajudar com essa questão e ajudar a encontrar a famosa luz no fim do túnel vamos listar algumas das carreiras mais vantajosos do Brasil. 

Medicina

A medicina sempre foi e ainda é uma das carreiras mais vantajosos do Brasil. Mas muito se engana achando que é algo fácil, pelo contrário, a faculdade é longa, depois você ainda precisa fazer residência para até que você possa trabalhar na área escolhida. 

Apesar de os médicos ganharem um bom salário, isso é merecimento devido a importância e responsabilidade que se tem nessa profissão. Por isso, mais do que pensar em ganhos financeiros é preciso que você pense se tem vocação para essa profissão. 

Engenharia

Ser engenheiro no Brasil ainda é vantajoso, mas é preciso ir para onde se tem emprego, enquanto algumas regiões sofrem com o desemprego e com engenheiros desiludidos, outras estão sofrendo pela falta desse profissional.

Por isso, se você está em busca de uma carreira que vai te render bem ao longo dos anos, essa é a sua escolha. 

Além disso, existem diversos tipos de segmentos para essa profissão e você pode optar por aquela que você tenha mais afinidade. 

Tecnologia

Os profissionais que cuidam da infraestrutura tecnológica de uma organização estão sendo cada vez mais requisitados. Os motivos são a crescente demanda por tecnologia e inovação nas empresas, a necessidade de reforçar a segurança e o investimento em armazenamento e gestão de dados. 

Hoje em dia é comum ver as famosas startups e fintechs, e essas são as empresas que estão precisando de profissionais e quem está investindo nessa área não está ficando sem emprego. 

Marketing e Vendas

Com um aumento do mercado consumidor e inclusão de novos grupos sociais, o brasileiro passou a ser mais exigente com aquilo que consome.  Por isso surgiu o desafio de entender sobre esse novo perfil, assim, as empresas recorrem aos profissionais de Marketing para ajudá-las a alavancar as vendas e continuar a entender o que os seus clientes precisam e assim é possível trabalhar gerando fidelidade e antecipando tendências diante dos seus concorrentes.

Inclusive esse também é um profissional muito procurado nas empresas de tecnologia, mas é preciso estar sempre atualizado para não ficar para trás. 

Escolheu trabalhar na área da Saúde? Veja essas 4 possibilidades de atuação!

A área de Saúde costuma ser o sonho de todas as pessoas na infância e a fase jovem da vida. Cuidar e salvar pessoas é algo que cativa o espírito de heróis que está em todos nós.

Porém, sabemos como é desafiante e o quanto uma carreira na área da Saúde exige de esforço de estudos, de qualificação constante, de muitas noites e fins de semana de estudo e depois de muito trabalho, e o quanto de sacrifício pessoal isso pode representar.

Por este motivo, é importante entender quais as opções de carreira que existem, muito além de médico(a) ou enfermeiro(a). Existe outros setores tão atraentes quanto, que podem recompensar financeiramente e trazer a mesma satisfação de ajudar na melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Você escolheu trabalhar na área da Saúde? Veja essas 4 possibilidades de atuação.

1 – Medicina Humana

Esta é sempre a primeira ideia que nos vem à cabeça quando falamos em carreiras na Saúde. E é uma das profissões mais socialmente valorizadas.

Podemos resumir a Medicina Humana em diagnosticar, prevenir, orientar e tratar pessoas sobre sintomas e enfermidades. Adicionalmente e em consequência destas atividades, existe a prescrição de medicamentos, a análise e/ou execução de exames e prática de cirurgias.

Como podemos ver, é um campo muito vasto de atuação e que exige muita dedicação na mesma medida. O curso de Medicina é bastante extenso, em média de 6 anos sem contar as especializações, que são fundamentais no aprimoramento e na empregabilidade.

Além da graduação com especialização, para exercer a Medicina, é possível fazer mestrado e doutorado para seguir a carreira da Pesquisa Médica, que tem um campo de atuação forte em laboratórios.

As opções de mercado se dividem entre hospitais, clínicas e muitas empresas do Estado e da iniciativa privada e, em muitos momentos, tem uma ótima valorização financeira.

Outra opção é trabalhar por conta própria, que costuma ser bastante lucrativa, mas exige um investimento alto em algumas especializações e uma boa reserva financeira para aguardar o retorno.

2 – Veterinária

Esta é uma carreira que faz cada vez mais sucesso entre as pessoas, com o saudável aumento da convivência doméstica com cães, gatos e outros animais.

Sem dúvidas, salvar estas pequenas vidas é algo que cativa muitas pessoas, porém a responsabilidade e as exigências para exercer a Veterinária são tão grandes quanto para a medicina humana.

O curso é de 5 anos e o mercado de trabalho também está nas unidades de saúde estatais e privadas, em especial as clínicas veterinárias. E também é uma carreira onde a iniciativa pessoal, abrir um consultório, também pode ser muito lucrativo.

Outro setor que cresce a cada ano é a medicina veterinária em grandes indústrias de produtos de origem animal – frigoríficos, criadouros, fazendas.

3 – Enfermagem

Uma profissão de fundamental importância em todos os momentos da atuação da Saúde na vida das pessoas é a de Enfermeiro(a).

Algumas das suas atribuições são o acompanhamento de pacientes em todos os níveis de cuidado, da triagem à UTI, coletar dados para exames e realizar alguns e ministrar medicação.

Uma característica essencial para um bom profissional nesta área é saber trabalhar em equipe, não só com outros enfermeiros(as) dentro do plantão, para atuarem da forma mais eficiente possível, mas também com a equipe médica, de onde partirão as instruções de atendimento pessoal.

São muitas as especializações na Enfermagem: Geral, Forense, Geriátrica, Estética, Pediátrica, Obstétrica, Psiquiátrica e muitas outras, nas unidades de saúde públicas e privadas.

4 – Farmácia

Este é outro setor que vem crescendo muito nas últimas décadas, diante do aumento das pesquisas sobre remédios, o uso maior em uma série de novos tratamentos, alguns até mesmo para doenças antes dadas como incuráveis ou tratamentos de convivência para doenças crônicas.

O curso de formação superior tem duração de 5 anos em média e forma profissionais para uma das áreas com a maior taxa de empregabilidade – em torno de 94%.

Nesta opção, é importante verificar se eles estão adequados as normas do setor para exercer a atividade e se oferecem às melhores soluções e materiais aos seus clientes, como os encontrados na Minas Labor.

 

Habilidades que você precisa para trabalhar no mercado de Energia!

O mercado de Energia tem sido um dos mais dinâmicos nas últimas décadas, movidos por grandes desafios de abastecimento, questões ambientais graves e o crescimento da importância e dos investimentos em fontes alternativas e limpas.

É um mercado promissor não só para os profissionais que procuram emprego nas empresas do setor, mas para empreender, na produção de fontes e de equipamentos.

Você tem desejo de trabalhar nesta área? Vamos falar de habilidades que você precisa para trabalhar no mercado de Energia.

Quais as perspectivas do Mercado de Energia no Brasil?

O Brasil tem o 7º maior parque gerador do mundo e é o maior produtor de energia renovável e limpa dentre os países do G20. Estas posições podem revelar uma posição favorável do país no mercado de energia, mas os desafios existem e são grandes.

A incerteza hidrológica – longos períodos de estiagem, muitas vezes fora de época  e deixando reservatórios muitas vezes no limite máximo – é um grande alerta para a atividade e investimentos em hidrelétricas.

Por este motivo, as atenções se voltam para o gás natural, a energia eólica e a solar. A matriz de geração de energia, ainda muito concentrada nas hidrelétricas (63%) e que causam grandes impactos ambientais, tende a se diversificar com os leilões de energia e os investimentos privados.

O maior percentual de crescimento em 2017 foi na energia solar, com 1351% e 12,5% de novos empreendimentos. E a energia eólica tem um grande potencial de crescimento: hoje 30% dos empreendimentos estão em construção e 27% deles ainda serão iniciados.

O Brasil precisa crescer entre 4000 e 5000 megawatts por ano para atender a demanda. Isso dá uma boa dimensão do espaço de crescimento e da necessidade que está aguardando atendimento.

Engenharia de Energia, uma carreira em ascensão!

A Engenharia de Energia é o ramo da Engenharia que planeja, analisa e desenvolve sistemas de geração, transporte, transmissão, distribuição e utilização de energia.

O profissional com esta graduação atua em empresas dos setores de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia.

Outro setor com demanda de um engenheiro de energia são os órgãos do governo, onde entre outras atividades, ele pode planejar a matriz energética e no desenvolvimento das políticas públicas.

Também pode atuar em diversas indústrias nas áreas de planejamento, desenvolvimento e implementação de soluções energéticas eficientes.

É um excelente caminho de graduação para buscar mais oportunidades e espaço no mercado de Energia.

Quais as habilidades para o sucesso no mercado de Energia?

O mercado de Energia, pelas altas somas de investimento e gasto que produz e pela quantidade grande de atores públicos e privados, é um setor altamente desafiador para um profissional da área.

É importante que o profissional tenha habilidades e resiliência para trabalhar em cenários que por tradição são incertos, um setor altamente regulado e que tenha uma excelente leitura das mudanças regulatórias e que consiga estabelecer estratégias de curto, médio e longo prazo.

Ele deve habilidades de negociação e relacionamento com empresas do setor e com o governo e uma ótima compreensão dos movimentos governamentais e, em especial, o crescimento dos novos setores energéticos – eólico, solar, biomassa.

Uma outra característica importante é a visão realista, pela diversidade de fatores e riscos para atingir os objetivos, mas ter um olhar de crescimento.

É um setor que, pelas necessidades das cidades e pela diversidade que vai se impondo, precisa de profissionais com esta visão de longo prazo. E podem ser também grandes empreendedores em empresas ligadas às fontes alternativas – o segmento de aparelhos de produção de energia solar é bastante promissor.

 

Se você está começando na carreira de Energia, vale conferir o trabalho de quem já está a mais tempo no mercado, como o Grupo Gerador Diesel.

 

 

4 profissões que requerem Habilitação do tipo D

Saber dirigir pode não só trazer conforto e a liberdade de ir e vir, mas ser uma opção profissional interessante – unir uma habilidade tão sonhada a uma forma de ganhar dinheiro.

Existem categorias de habilitação para os diversos tipos de veículos e é importante conhecer as exigências para cada uma delas.

Aqui vamos falar de como explorar profissionalmente uma das mais presentes no dia a dia das regiões brasileiras e 4 profissões que requerem Habilitação do tipo D.

E quais as exigências para tirar a Categoria D de Habilitação?

  • Estar habilitado há dois anos na categoria B ou um ano na categoria C;
  • Fazer um curso especializado na condução de veículos de passageiros;
  • Ser maior de 21 anos.
  • Não ter cometido infração de natureza gravíssima ou grave nos últimos 12 meses.

1. Motoristas de Ônibus

Sem dúvida uma das mais presentes e concorridas profissões, presente em todas as cidades, nos sistemas urbanos, intermunicipais e interestaduais de transporte de passageiros.

O sistema interestadual tem o melhor nível salarial, porém com longos períodos de ausência em casa. Por outro lado, os sistemas urbanos das médias e grandes cidades podem ser muito estressantes com o trânsito pesado e a segurança.

As opções tem prós e contras, mas podem ser ótimas oportunidades de aprender a lidar com grandes públicos de clientes e, desta forma, trabalhar em transportes especializados, como micro-ônibus e vans.

2. Motoristas de Micro-ônibus e Vans

Esta é uma atividade que cresce muito nos últimos anos:

  • Como alternativa de transporte onde o sistema urbano não atende satisfatoriamente;
  • Como transporte especializado.

Você pode tornar-se um empreendedor, iniciando com um veículo e atuando em um segmento. Não faltam opções com ótimas possibilidades de retorno e, em comum, todas com alto valor destes serviços no mercado.

Transporte Escolar

Sem dúvida a mais lucrativa, pelo tamanho do mercado. Neste tipo de transporte, é indispensável:

  • Uma ótima capacidade de relacionamento;
  • Uma direção no nível máximo de responsabilidade;
  • Atender as normas de segurança exigidas em legislação.

Transporte de Eventos

É o mercado de transporte de pessoas para festivais, shows ou passeios específicos. Aqui, além das características do Transporte Escolar, soma-se o controle rigoroso de agenda – uma ausência pode custar muitos clientes.

Transporte Executivo

Oferecer transporte coletivo para empresas é uma opção mais econômica e que reduz o problema de logística e pagamento delas. Aqui um ponto importante é registrar como uma empresa ou MEI já que a maioria das empresas tem restrições para pagamento a pessoas físicas.

3. Motoristas de Tratores e Equipamentos Agrícolas

É um segmento onde os cursos de direção são altamente especializados. São equipamentos com atividades muito específicas – as colheitadeiras, por exemplo – e com muita tecnologia embarcada quando comparamos com automóveis e veículos grandes.

Os tratores, ao lado de outros equipamentos como as retroescavadeiras, são fundamentais nas obras de saneamento básico e construção civil, portanto tem uma demanda constante em todas as cidades, especialmente nas obras públicas.

Para os equipamentos agrícolas, o mercado é mais localizado – menos pulverizado – e você pode ser contratado de uma empresa de agronegócio ou de aluguel de máquinas ou por conta própria, vendendo serviços.

4. Motoristas de Caminhões e Carretas

Aqui você pode realmente unir a liberdade de dirigir com uma atividade profissional, pois as estradas são o seu limite.

É uma profissão muito desafiadora pois o caminhoneiro ou carreteiro precisam estar nas mais diferentes localidades, muito sem conhecer as regiões, enfrentando estradas nem sempre boas, jornadas extenuantes e a insegurança de muitos lugares.

A grande maioria dos profissionais são empregados de transportadoras, mas é cada dia mais comum os autônomos.

Sua Habilitação D é preciosa. Não perca a renovação!

O prazer de ganhar dinheiro em uma dessas atividades é grande, porém é sempre importante cuidar da validade da sua habilitação. Existe um processo de renovação que deve ser acompanhado de perto e o ideal é fazer o Simulado Detran RJ assim que a hora da renovação chegar.