Monthly Archive julho 2021

Como ganhar uma renda extra vendendo roupas para academia

Vender roupas de academia está fazendo muitas pessoas lucrarem, e isso já é algo fenomenal em meio à crise que estamos vivendo financeiramente nos últimos anos. É possível investir na revenda de roupas fitness, elas estão super em alta, no entanto, muitas pessoas não sabem por onde começar.

Certamente podemos salientar que a moda fitness realmente já entrou no gosto de homens e mulheres, e isso ocorre até mesmo fora das academias. É um vestuário completamente confortável, capaz de se adaptar às diferentes temperaturas, e são peças muito usadas no dia a dia. 

Sendo assim, para que você possa conhecer melhor essas oportunidades, o ideal é conferir algumas dicas para finalmente arrasar nas revendas de roupas fitness, continue a leitura do texto abaixo!

Veja algumas dicas para ganhar dinheiro vendendo roupas fitness

Abaixo vamos conferir algumas dicas que certamente farão a diferença na hora de conhecer esse mercado, confira: 

Conheça seu público alvo

Saiba que antes de começar a vender roupas fitness, o ideal é que você conheça bem seu público alvo. Deve então entender suas preferências, exigências, necessidades e até mesmo quais são seus hábitos de consumo.

Além disso, é importante saber quais são os valores em média que esse público costuma gastar. Lembrando que essa análise inicial é completamente necessária para que produtos possam ser oferecidos de forma atrativa e que os interesses dos consumidores cheguem até você.

Faça a divulgação de suas peças em academias e locais adequados

Depois de conhecer seu público então é o momento de começar a colocar a mão na massa! Dessa forma, para ter sucesso em suas vendas será preciso divulgar seus produtos nos locais adequados, e para pessoas que realmente se interessem por suas peças.

Um bom exemplo disso, se você deseja vender roupas fitness deve optar por divulgar seu vestuário em academias, locais e para pessoas que sejam totalmente ligados ao esporte e atividades físicas, e que você veja que possuem interesse por esse tipo de roupa.

E jamais esqueça de usar as redes sociais ao seu favor, elas são excelentes ferramentas indispensáveis para fazer com que seu negócio deslanche. 

Foque no marketing boca a boca

Certamente o marketing boca a boca acaba acontecendo justamente quando um cliente realmente indica seus produtos para outras pessoas sem ter nada em troca, no entanto, ficou muito satisfeito.

Podemos dizer que esse é o melhor método de divulgação e fidelização, justamente porque as chances de um consumidor decidir por fazer essa compra por indicação é ainda maior do que quando acaba sendo guiado apenas pela publicidade da empresa.

Sendo assim, procure sempre estimular os comentários mais positivos em suas redes sociais, e também poste fotos de elogios e depoimentos de clientes satisfeitos. 

Lembre-se que atitudes como essa acabam criando maior autoridade dentro desse mercado, e jamais se esqueça de responder aos clientes com todo carinho e atenção.

Claro que trabalhar com venda e revenda de roupas fitness dá dinheiro, entretanto, planejar o negócio antes é extremamente necessário!

Conheça algumas opções de trabalho para exercer no momento de crise financeira

Crises financeiras sempre ocorreram e sempre vão ocorrer, mas elas não precisam nos pegar desprevenidos. O que você pode fazer para conseguir uma renda em momentos como esse?

Este assunto é bem apropriado para este momento, já que estamos enfrentando a pandemia do novo coronavírus e suas consequências. O país se encontra em um momento muito difícil, financeiramente falando.

Hoje já são mais de quatorze milhões de desempregados no país. Uma boa parte desses que estão sem emprego, estão se virando de outra forma. Muitos começaram a empreender e encontraram nessas novas modalidades de trabalho, uma forma de sustentar a família.

Se você precisa de uma ideia para decidir com o que vai trabalhar em um momento de crise, você está no lugar certo. Continue lendo este artigo e veja algumas opções.    

Trabalhar como freelancer

Você pode trabalhar como freelancer para conseguir uma renda extra em um período de crise. Neste universo, existem muitas opções. Mas o que é preciso para ingressar nesse ramo?

Para trabalhar como freelancer você só precisa ter alguma habilidade e um meio de contato. Não entendeu ainda? Vamos explicar.

Digamos que você tenha a habilidade de escrever, então, você pode trabalhar como redator para alguma empresa, prestando esse serviço de qualquer lugar. Mas para este tipo de trabalho você vai precisar ter um computador ou notebook.    

Você também pode trabalhar como freelancer em algum estabelecimento. Divulgue que você oferece esse serviço, afinal de contas, existem muitas pessoas e empresas por aí que precisam da ajuda de alguém por um dia.

Entregando panfletos

A entrega de panfletos nunca foi tão necessária. No decorrer da pandemia muitas empresas viram a necessidade de divulgar seus serviços, devido às concorrências que surgiram durante a pandemia e também ao isolamento social.

Você pode trabalhar entregando panfleto de algum plano odontológico, de saúde ou de restaurante e lanchonete. Há muitos estabelecimentos que precisam desse serviço. Por isso, se coloque à disposição neste mercado que só cresce e garanta uma renda extra.  

Vendendo fotos na internet

Você é uma pessoa que gosta de tirar fotos? Tem alguma experiência nessa área? É um profissional que viu seu rendimento cair nessa pandemia? Então você vai gostar de saber que pode conseguir alguma renda extra vendendo fotos pela internet.

Existem vários sites que dão a oportunidade para aqueles que gostam de tirar fotos, venderem seu trabalho. Essas fotos podem ser de diferentes situações e você, além de fazer o que gosta, ainda vai ganhar uma grana extra, que vai te ajudar muito nesse momento de crise.  

Trabalhar como entregador

Sabe outra forma de ganhar dinheiro em um momento de crise como esse em que estamos passando? Trabalhando como entregador.

Esse oficio ficou tão necessário nesta pandemia que milhares de pessoas começaram a trabalhar nessa atividade, até mesmo de bicicleta. Por causa do isolamento social, muitas lojas e outros estabelecimentos tiveram que fechar as portas por um tempo e a única saída foi vender com o serviço de entrega.

Isso foi necessário principalmente com estabelecimentos como restaurantes e lanchonetes, que tiveram um crescimento em seus serviços no decorrer desta pandemia.  

Renda extra – como obter uma no decorrer da pandemia? Veja algumas dicas!

Muita gente ficou sem emprego ou perdeu alguma renda no decorrer da pandemia. Com isso as pessoas começaram a se reinventar, buscando alternativas para gerar alguma renda extra no final do mês.

Com o alto índice de desemprego, conseguir uma oportunidade de voltar ao mercado de trabalho se tornou bem mais difícil nesse momento, mas isso não significa que a pessoa não pode trabalhar. Há muitas opções de trabalho que garantem uma boa renda extra. Conheça algumas.

Trabalhando com Afiliados

Trabalhar com afiliados se tornou a saída de muitas pessoas nessa pandemia e muitas já enxergam esse mercado como sua fonte de renda principal e um potencial meio de vida.

Por meio de programas de afiliados você pode vender remédios emagrecedores, suplementos, conteúdo adulto, cursos e muito mais. Todos esses que foram citados tem uma boa procura e são sucesso de venda.

Entregando comidas

O trabalho de entrega de comida cresceu muito durante a pandemia, pois se tornou um serviço necessário para muitos negócios no ramo de alimentos. Muitas pessoas aproveitaram suas motos ou até mesmo bicicletas e investiram nessa profissão.

Além disso, alguns aplicativos de entrega de comida facilitaram o cadastro para diversas pessoas ingressarem nesse ramo, o que ajudou a muitos a ter uma renda extra. E ao que tudo indica, esse trabalho só tem a crescer ainda mais, se tornando uma boa opção de renda extra.     

Entregando encomendas

Outro tipo de entrega que também teve um crescimento significativo foi o de entrega de encomendas.

Como o principal meio de consumo durante a pandemia, as lojas online faturaram bastante com recorde de vendas e por isso precisaram de mais entregadores, saindo um pouco dos meios convencionais.

O fato de muitas lojas contratarem este tipo de serviço abriu portas para quem precisava fazer uma renda extra. Esta é uma excelente alternativa para quem tem moto ou carro e deseja ter uma renda garantida por muito tempo.  

Fazendo máscaras

Se houve uma profissão que foi muito requisitada nesta pandemia, foi a de costureira. Com a chegada do novo vírus, foi preciso investir em máscaras, e as costureiras foram mais que essenciais neste momento crítico da humanidade.

Muitas aproveitaram para fazer uma renda extra e muitas pessoas aproveitaram para aprender a costurar máscaras, no intuito de ganharem uma renda extra.  

Vendendo comida

As vendas de comidas aumentaram muito no decorrer da pandemia. Hoje em dia é mais fácil encontrar pessoas que façam almoço dos mais diferentes estilos, atendendo a todos os gostos e exigências.

Além disso, não podemos esquecer das comidas de festas como bolos, tortas, doces e salgados. Embora as festas tenham diminuído durante a pandemia, ainda assim, é um comércio lucrativo, por causa das festas intimistas.

Outro tipo de comida que vende muito são os lanches. Muitas pessoas aproveitaram para abrir uma lanchonete nas suas residências e começaram a produzir seus próprios lanches. Outros começaram a vender lanches em estabelecimentos comerciais, o que dá muito certo se você mora no centro urbano.

Independente do tipo de comida que você resolva vender, o importante é ter os devidos cuidados de higiene.

Lan House – É lucrativo? Vale a pena abrir uma?

Houve um tempo em que as Lan House eram muito frequentadas por pessoas de todas as idades, que precisavam fazer alguma transação digital. Naquela época pouco se via residências que tivessem acesso a internet.

Com o avanço da tecnologia e da internet as lan houses tiveram uma queda no número de frequentadores, mas ainda sobrevivem. Assim como muitos outros empreendimentos, a lan house já teve seu momento de estrela e atualmente é mais um negócio entre os milhares.

Mas será que ainda é vantajoso ter uma lan house? Vale a pena investir nesse negócio? Vamos ver agora o por que ainda vale a pena ter uma lan house e como ter bons lucros.

Lan House é um bom negócio?

A maioria dos negócios hoje em dia já passou por alguma mudança ou ainda vai passar, e é assim com a lan house também.

Este tipo de empreendimento não parece viável quando analisamos as estatística do bairro em que moramos, mas quando fazemos uma análise de quantas lan houses existem no país, entendemos que ainda é vantajoso investir nesse negócio.

Além disso, precisamos lembrar que nem todo mundo entende de tecnologia e tem aquelas que não possuem aparelhos digitais com acesso a internet, mas que essas mesmas pessoas precisam pagar boletos, imprimir documentos e realizar outros serviços como inscrição de concursos, acessar matrícula atualizada de imóvel, e muitos outros.

Então agora que você viu que ainda é muito lucrativo ter uma lan house, veja alguns passos para ter uma.   

Tenha um bom plano de negócio

Todo empreendimento antes de ser aberto precisa ter um plano de negócio, ou seja, um bom planejamento para definir onde ficará estabelecido o empreendimento, qual o seu público alvo, os serviços oferecidos e muito mais.

Para a lan house ter sucesso precisa também ter esse plano de negócio. Além disso, é de extrema importância avaliar a concorrência e definir estratégias para se destacar.

Inove nos serviços oferecidos

Para atrair a atenção das pessoas em plena era digital, é preciso inovar nos serviços oferecidos. A primeira mudança precisa ser na forma como o cliente é atendido, deixando claro o quanto ele é importante para seu estabelecimento.

Crie um ambiente com capacidade de atender pessoas de diferentes faixas etárias e que, além disso, realize diversos tipos de serviços.

Mostre que no seu estabelecimento é possível acessar serviços públicos, documentos, fazer inscrições, dar baixa em documentos, fazer impressões e muito mais. Você também pode agregar outros serviços como encadernação, criação de banners, impressão em fardamento e outros serviços personalizados.  

Tenha equipamentos modernos

Para atrair o cliente e fazer com que ele permaneça no seu estabelecimento, é preciso investir em máquinas e equipamentos de qualidade, modernos. Isso talvez seja complicado para alguns empreendedores que estão começando, mas se isso for o problema, prefira investir na qualidade ao invés de quantidade.   

Escolha bem o ponto comercial

O ponto comercial é outro fator que vai determinar se a sua Lan House vai ter sucesso ou não. Além de ver a questão da concorrência, é preciso também ver a questão do movimento na região em que você vai escolher.

Deseja abrir um fast food? Veja aqui algumas dicas

Trabalhar com comidas e lanches é, sem dúvidas, um dos negócios mais promissores para se investir.

Então, se você deseja abrir um fast food, mas ainda não sabe como e o que precisa fazer, leia a seguir algumas dicas.

Escolha um local para abrir seu fast food

Falando burocraticamente, você pode optar por alugar um espaço e pagar mensalmente para usar o local ou conseguir um empréstimo para empresas para abrir um local próprio.

A estrutura do estabelecimento que irá montar seu fast food é uma das partes mais importantes para um negócio bem sucedido.

Alguns fatores que devem ser levados em consideração, são a visibilidade que seu estabelecimento terá, a circulação de pessoas, segurança nas proximidades, iluminação e estacionamento no local.

Fast foods têm maior funcionamento em locais mais movimentados perto de avenidas ou praças, porém, caso queira começar com um pequeno estabelecimento, uma ótima dica é escolher um bairro de sua cidade, até mesmo o seu, onde seja de fácil acesso e possua uma boa presença de pessoas nas ruas.

A estrutura interna deve conter um bom local para o preparo dos alimentos, um local adequado para o preparo e estoque de bebidas, um local para o caixa e um estoque espaçoso e de qualidade para um estoque geral das mercadorias. Banheiros e espaço para mesas e cadeiras também são importantes.

Defina quais serão os lanches e opções que vai vender no seu fast food

Um fast food traz consigo a possibilidade de diversificar. São várias as opções de comidas gostosas que fazem sucesso entre todos.

Além de definir seus lanches pela popularidade entre o público, uma ótima dica é estar atento aos seus concorrentes e vender lanches que se diferenciam e se destacam dos demais ou escolher uma opção de lanches que não vendam pela região e ter seu negócio como o único.

Algumas opções de lanche que pode fornecer, são:

  • Pizzas de sabores diversos;
  • Lanches de frango;
  • Frango frito estilo americano;
  • Hambúrguer de carne e vegetarianos e veganos;
  • Hambúrguer artesanal;
  • Pastéis;
  • Esfihas.

Além de outros produtos que pode vender em seu estabelecimento, como:

  • Porções de batata frita;
  • Sobremesas;
  • Refrigerantes;
  • Sucos;
  • Salgadinhos (coxinha, kibe etc).

Legalize seu negócio

Abrir um CNPJ é uma das partes mais importantes na hora de abrir o seu fast food, juntamente com uma licença da prefeitura municipal e alvará da vigilância sanitária.

Mesmo que conseguir todas as licenças seja um processo um pouco demorado, é preciso ter paciência para que seu estabelecimento funcione da forma correta, sem problemas futuros.

 

Faça boas divulgações do seu fast food na internet

Quando se trata de lanches, a internet é um dos maiores meios para se conseguir clientes.

Se seu fast food estiver presente em todas as redes sociais, com fotos nítidas de todos os seus lados, número de contato com fácil acesso e divulgações frequentes, a chance de alavancar seu estabelecimento e aumentar as demandas é de 100%.

Trabalhe entregas delivery

As pessoas estão cada vez mais em busca de praticidade e preferem comer seus lanches no conforto de suas casas, por isso é essencial que seu fast food invista em entregas de lanche delivery.

Portanto, contrate motoboys ou entregadores fixos para realizar suas entregas e cadastre seu estabelecimento em aplicativos de delivery.