O que fazer em tempos de crise financeira?

O que fazer em tempos de crise financeira? (Foto: internet)

Você sabia que ao fazer um Consorcio Itaú Imóvel é possível economizar nesse tempo de crise financeira? Isso porque sabidamente o consórcio possui taxa de administração realmente muito abaixo das próprias taxas de financiamento. Desta maneira, essa pode ser uma boa oportunidade de economizar bastante e não ter o dobro de juros na compra de imóveis, veículos, entre outros.

Porém, ainda existem algumas dicas bem interessantes para aqueles que possuem interesse em contornar essa crise, e passar pela mesma intactos e sem perder dinheiro, veja abaixo como lidar com a crise financeira.

Saiba o que fazer para vencer a crise financeira

Realmente uma das primeiras sugestões para que você possa sair da crise financeira é sempre se manter informado (a), sabemos que atualmente há mais de 14 milhões de brasileiros desempregados, sendo que a grande maioria está longe do mercado de trabalho ou ainda encontram dificuldades para sair dessa crise.

Isso ocorre porque em partes muitas empresas estão fechando suas portas ou até mesmo fazendo cortes de pessoal, sendo assim, muitas vezes é necessário mudança de carreira ou até mesmo solução política.

Abaixo algumas dicas do que pode ser feito para vencer essa crise financeira:

01. Não gaste mais do que tem

Certamente o primeiro conceito financeiro é muito simples: jamais gaste o que você não pode, sendo que aquilo que você ganha por mês deve ser o suficiente para pagar suas dívidas e permitir que você consiga sobreviver com o restante.

Logo, o ideal é que você faça o cálculo de todos esses valores que entram por mês, sendo que as despesas devem ser anotadas também, isso porque o planejamento é essencial para saber exatamente o que pode ou não ser cortado, sendo que a partir daí já é possível visualizar como sair da crise financeira.

02. Corte despesas desnecessárias

Logicamente algumas contas realmente são permanentes e não podem ser cortadas, entre as mesmas podemos citar os seguintes: contas de água, luz, telefone, internet, entre outras contas que não podemos cortar.

Logo essa quantia deve ser guardada mensalmente, sendo que é importante conferir exatamente o que pode ser eliminado para reduzir por completo essas despesas. Porém, certamente somente você saberá dizer o que pode ou não cortar!

03. Sempre coloque tudo na ponta do lápis

Muitas vezes temos alguns gastos que realmente não anotamos, sendo que em alguns casos podemos gastar por exemplo R$ 10,00 ou até mesmo quando colocamos gasolina não registramos por ser valor pequeno, no entanto, esses gastos acabam se tornando mais altos do que o desejado ao final do mês.

A partir dessas anotações você saberá exatamente no que anda gastando seu dinheiro, sendo que sabemos que logo será possível visualizar se esses gastos realmente estão sendo extrapolados ou não.

04. Faça uso das ferramentas disponíveis

Mesmo que não queira anotar item por item em um simples caderninho saiba que é possível fazer uso das ferramentas que a tecnologia realmente será capaz de te ajudar ainda mais, sendo assim, coloque os dados em planilhas, aplicativos, entre outros.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.