Monthly Archive outubro 2021

4 ideias para quem deseja começar a empreender no ramo de eventos

O mercado de eventos é um dos poucos que continuam crescendo mesmo em cenários econômicos desafiadores, portanto, é uma ótima opção para quem deseja se manter em um negócio estável.

Existem vários segmentos que podem trabalhar direta ou indiretamente com eventos e estar por dentro deste mercado que está em constante expansão, e foi pensando nisso que separamos algumas ideias para quem deseja empreender neste ramo. Confira!

1. Cerimonial ou assessoria de eventos

Em eventos de grande porte, como festas de 15 anos ou casamentos, por exemplo, a organização é primordial para que tudo saia conforme o planejado.

Dificilmente os noivos, aniversariantes, ou responsáveis pela festa tenham tempo ou condições de conferir constantemente se tudo está andando corretamente. Por isso, um profissional que possa coordenar o evento se torna indispensável.

O assessor ou cerimonial para casamentos é a figura que vai garantir que o buffet sirva os pratos na hora certa, que a equipe de decoração faça tudo corretamente, que o DJ toque as músicas solicitadas pelo cliente, e todo o resto para que os donos da festa possam aproveitar a comemoração.

2. Serviço de buffet e coffee break

Quem trabalha ou se interessa em gastronomia tem muitas chances de se dar bem no ramo de eventos, principalmente se investir e se dedicar a um nicho específico.

Qualquer tipo de evento conta com algum tipo de refeição que, em geral, é contratada separadamente, então é uma ótima opção de negócio.

Normalmente os serviços de buffet oferecem opções mais elaboradas, como entrada, aperitivos, pratos principais e sobremesas, e geralmente são destinados a eventos maiores.

Portanto, existem também, empresas especializadas em produzir coffee breaks, ou seja, comidas que podem ser consumidas em uma pausa para um café, como lanchinhos, bolos, doces e bebidas que cabem muito bem nesses momentos.

Outra ótima pedida é fazer parcerias ou simplemente contratar serviços que disponibilizam carrinho gourmet em São Paulo ou em qualquer outra região para dar um toque diferente ao seu serviço.

3. Recreação infantil

Em muitos eventos, como os casamentos e aniversários, enquanto os responsáveis aproveitam a festa, as crianças acabam ficando estressadas e entediadas.

Para manter as crianças entretidas durante as festas, surgiram as empresas de recreação infantil, que montam espaços divertidos no próprio ambiente do evento com atrações, brinquedos e atividades que possam mantê-las ocupadas.

Entretanto, por se tratar de crianças, quem pretende trabalhar com esse tipo de atividade precisa estar ciente da responsabilidade e contar com monitores capacitados e adequar o serviço à infraestrutura e espaço do local onde será realizado o evento.

4. Locação de louças para festas

A decoração e o serviço são alguns dos pontos principais de uma festa e as pessoas estão investindo cada vez mais  em objetos decorativos que enaltecem ainda mais o ambiente.

Porém, normalmente não temos em casa itens suficientes para servir os convidados ou nem sempre são adequados para uma festa. E é por isso que algumas empresas têm feito tanto sucesso alugando suportes para bolo, bandejas, vasos, pratos, jarras, bowls, centros de mesa, taças, xícaras e tudo o que auxilie a deixar uma festa ainda mais bonita.

Ao apostar nesse segmento, o profissional precisa ter um bom mix de produtos e uma quantidade considerável para que possa atender eventos pequenos e grandes. 

Também é crucial que haja um bom sistema de transporte para a casa do cliente, boa limpeza e armazenamento adequado para reduzir ao máximo o risco de danificar os artigos.

Veja algumas dicas de produtos para vender na rua e ganhar dinheiro

Todos os dias escutamos notícias de que os produtos da cesta básica estão mais caros, e não é só isso, escutamos também sobre o aumento do combustível, da conta de energia e muitas outras coisas que torna a sobrevivência cada vez mais difícil.

Não é à toa que aumentou e muito o número de pessoas que estão nas ruas vendendo e comercializando vários tipos de coisas, tudo com o objetivo de levar comida para casa e pagar as contas.

Inclusive, muitas dessas pessoas têm um emprego de carteira assinada, mas para complementar a renda precisam se virar. Se você também está nessa situação, procurando uma ideia do que fazer para ter uma renda extra, confira algumas dicas de produtos que você pode vender na rua e faturar uma boa grana.

Doces variados 

Vender doces de tudo que é qualidade é uma ótima opção para trabalhar na rua. Você pode aproveitar para vender em pontos como feiras, faculdades, prédios comerciais, escolas, ônibus e nos centros urbanos.

Você pode trabalhar com uma qualidade de doce, mas pode vender vários tipos ao mesmo tempo. Além disso, pode também investir em doces gourmets, para aqueles clientes mais exigentes.

É um tipo de trabalho que o investimento inicial não precisa ser muito, e que deixa uma boa margem de lucro.

Capas para bíblia

Outra coisa que você pode investir para trabalhar na rua são as capas para bíblias. Você já parou para imaginar o número de religiosos que existem na região que você mora?

Você pode vender capas para bíblias evangélicas, católica e também para outros livros religiosos. O segredo está na diversidade do produto. Existem capas de vários materiais e você precisa dar opções para o cliente.

Você pode vender de porta em porta, na feira, nos ônibus, nas praças e principalmente próximos dos templos religiosos.

Guarda chuva

O guarda chuva é uma ótima opção de ganhar dinheiro na rua. Você pode vendê-lo de janeiro a janeiro que o povo compra.

O guarda chuva também é usado em dias quentes pelas pessoas que querem se proteger do sol, especialmente no nordeste brasileiro. Mais uma vez, o segredo da venda está no leque de opções que você vai dar para o cliente. Invista em vários tipos desse produto, de todas as cores, tamanhos e modelos.  

Marmitas saudáveis

As marmitas sempre fizeram sucesso e hoje ainda mais. Como foi dito no início do artigo, o meio de vida está cada vez mais difícil. Então, se você vender marmitas de vários tamanhos e para vários tipos de clientes você consegue faturar uma boa grana.

As marmitas saudáveis estão em alta. Elas atendem o desejo de pessoas que procuram se alimentar de uma forma melhor quando estão nas ruas resolvendo seus compromissos, e você pode atender os interesses dessa categoria.  

Espetinho de churrasco

Quem nunca comeu um espetinho de churrasco na rua? Se não comeu ainda, com certeza já ficou na vontade muitas vezes.

Esses espetinhos de churrasco são perfeitos para vender na rua, especialmente quando vai se aproximando o fim de semana, em que muitos já começam a curtir o período, comendo um churrasquinho acompanhado de uma cervejinha.

4 dicas que você deve seguir para ter um blog de sucesso

Se você possui um blog, certamente possui o desejo de que ele se torne uma referência e que seja visto pelo público que se interessa pelos assuntos que aborda.

E mesmo que não seja uma tarefa fácil, não é impossível, desde que você tome as atitudes certas. Foi pensando nisso que separamos 4 dicas para você seguir e conseguir sucesso no seu blog. Continue lendo a seguir.

1. Entenda quem é o seu público

Se você não souber quem é o seu público, não poderá criar conteúdos que sejam relevantes e informativos que o faça querer saber mais sobre as soluções que você tem a oferecer.

Antes de qualquer coisa, você precisa saber quem é a sua persona para criar pautas para o blog. Resumidamente, a persona é um perfil semi-fictício da pessoa que você entende ser seu consumidor. Ela é baseada em dados reais sobre características demográficas, comportamento, preocupações, motivações, objetivos e desafios.

Uma maneira eficaz para entender quem é a sua persona, é através de pesquisas e entrevistas com pessoas que já interagem com sua empresa na internet e offline. Para isso, você deverá criar um questionário para colher informações sobre os aspectos do dia a dia e personalidade da persona que influenciam a maneira com que ela interage com a sua marca.

2. Organize-se antes de criar o conteúdo

Depois de saber quem é o seu público, você irá precisar organizar como esse conteúdo será feito. Primeiro, tenha em mente quais perguntas serão respondidas e como deverá criar conteúdo para realmente ajudar a persona.

E para saber quais perguntas elas estão fazendo, você deve escutá-las.

Algumas maneiras para saber qual tipo de conteúdo tem uma melhor resposta junto à sua persona, são:

  • Quais assuntos possuem mais engajamento;
  • Quais páginas possuem mais visitas;
  • Posição dos assuntos nos trends de buscas no Google;
  • Utilização do Google Analytics.

Uma vez decidido o assunto, será necessário organizar a estrutura do conteúdo e isso depende do tamanho dele e de seu objetivo. Blogs de notícias como o Portal 1M são uns dos bons exemplos para se tomar com relação à organização, pois é necessário cautela para produzir conteúdos informativos. Porém, isto vale para qualquer nicho.

Clareza e coesão são duas características que devem andar juntas. Faça um esqueleto da estrutura do assunto que você terá, organize os tópicos mais importantes no topo e as informações complementares ao longo do texto e verá como será muito mais simples criar um artigo com organização.

3. Diversifique o formato de seu conteúdo

O mundo e as pessoas mudaram e mudam constantemente, portanto, as empresas precisam se atualizar às novas maneiras que são acessados os conteúdos.

Os vídeos são uma das tendências mais fortes nesse assunto que podem ser adicionados no seu blog, pois eles conseguem agregar dois aspectos que as pessoas se agradam na interação com o conteúdo: visual e auditivo.

Outra maneira prática é a transformação de textos em áudio, pois muitas pessoas desistem de ler um texto chamativo por conta do tamanho. A flexibilidade do áudio permite que o conteúdo seja acompanhado enquanto são realizadas outras tarefas..

4. Utilize as ferramentas à sua disposição

Para que os objetivos sejam alcançados, é necessário um acompanhamento contínuo das métricas. E entre as mais importantes que você deve ficar atento, estão:

  • O número de visitas;
  • Os compartilhamentos;
  • Os comentários;
  • O tempo de leitura;
  • ROI do conteúdo produzido;
  • O número de players do áudio;
  • Bounce-rate da página;
  • E por fim, as conversões.

Ao acompanhar as métricas, você poderá saber como criar conteúdos e quais assuntos e canais têm melhor resposta junto a sua persona, permitindo que você adapte o conteúdo de acordo com as respostas obtidas.

A produção de conteúdo tem como principal objetivo criar uma relação de troca com o seu público, oferecendo informações realmente relevantes para o seu dia a dia.