Entenda a importância da esterilização dos materiais cirúrgicos

Entenda a importância da esterilização dos materiais cirúrgicos

Dentro de uma empresa do segmento de Saúde, existe uma série de regras específicas para o cumprimento das rotinas e dos procedimentos médicos e cirúrgicos, para que seja garantido aos pacientes, aos médicos e às equipes que estão trabalhando em um ambiente com o máximo de segurança para a saúde de todos.

Uma das exigências mais importantes diz respeito à esterilização de acessórios e materiais, em especial os cirúrgicos. É uma rotina essencial para a segurança dos pacientes.

Entenda a importância da esterilização dos materiais cirúrgicos, e como ela pode ser obtida no dia a dia.

Mas antes: você sabe o que é um processo de esterilização?

A esterilização é um processo que se destina a destruir toda a vida microbiana – vírus, fungos, bactérias – que esteja presente nos mais variados materiais.

Ela visa garantir que a probabilidade de existir de algum agente de contaminação no objeto seja de 1 em 1.000.000, que é o patamar onde o material é considerado como esterilizado e assim pode ser usado com segurança na sua finalidade.

E existem diferentes métodos de esterilização.

Métodos de esterilização química

São as esterilizações caracterizadas pela interação de compostos químicos. Temos os tipos abaixo:

  • Formaldeído: tem ação sobre fungos, bactérias e vírus.
  • Peróxido de hidrogênio: tem poder desinfetante e esterilizante, é usado na desinfecção de lentes de contato e esterilizaçãode superfícies planas e sólidas.
  • Ácido peracético: pode ser aplicado a artigos termo-sensíveis que possam ser mergulhados no líquido. Porém, é incompatível com materiais de alumínio.
  • Glutaraldeído: tem ação biocida, fungicida, virucida, bactericida e esporicida.
  • Óxido de etileno: usado na esterilizaçãode aparelhos de monitorização invasiva, instrumentos telescópios (citoscópios, broncoscópios, etc.), instrumentos de uso intravenoso, materiais elétricos, máquinas (marcapassos, por exemplo), bombas e motores e outros.
  • Plasma de peróxido de hidrogênio: pode ser aplicado em bronze, alumínio, látex, borracha, PVC, aço inoxidável, teflon, materiais elétricos, fibras óticas e outros.

Métodos de esterilização física

São as formas de esterilização que tem o calor como base no processo. A eficiência vai variar de acordo o tempo de exposição e a temperatura e vai afetar os microrganismos de forma diferente. Os métodos são:

  • Radiação ionizante
  • Térmica por vapor saturado
  • Térmica por calor seco

A importância da esterilização de materiais cirúrgicos

Sem dúvidas o processo de esterilização é fundamental nos procedimentos cirúrgicos, pelo maior objetivo que todos desejam nestes momentos, tanto os profissionais e principalmente os pacientes: eliminar os riscos de contaminação por microrganismos, o que pode:

  • Prejudicar a eficácia esperada nos resultados do procedimento;
  • Agravar o estado de saúde do paciente, principalmente em emergências;
  • Colocar o paciente em risco.

A vantagem competitiva com a esterilização de materiais cirúrgicos

Investir nos melhores métodos de esterilização para cada material cirúrgico é uma vantagem competitiva importante, pois demonstra a preocupação com a qualidade dos procedimentos e a segurança do paciente, acima de tudo.

Se você é da área da saúde e se importa com higienização dos seus matérias então procure envelope para esterilização, para manter tudo longe de contaminação.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *